Por que as pessoas brigam tanto nas redes sociais?


Este cara é um imbecil!! 

Você provavelmente já viu (ou, quem sabe, já começou) discussões “acaloradas” em seções de comentários de sites ou em redes sociais. No ambiente virtual, muita gente gosta de “soltar os cachorros” e expor seus pontos de vista com sarcasmo e agressividade.
Para alguns especialistas, a prática não apenas faz pouco sentido, como também pode atrapalhar o convívio social cara-a-cara. “Ter uma forte experiência emocional que não acaba de modo saudável não pode ser bom para você”, diz o professor de psicologia Art Markman, da Universidade do Texas em Austin (EUA).

Fundamentos da discórdia

Ele apontou algumas possíveis razões por trás das brigas virtuais. O primeiro seria o anonimato – mesmo quando usamos perfis reais, muitas vezes o “adversário” provavelmente nem nos conhece direito. O segundo fator seria a distância, que deixa as pessoas mais à vontade para brigar. Por fim, é mais fácil “destilar veneno” com escrita do que com a fala – há séculos já era comum as pessoas publicarem artigos ou cartas em jornais atacando seus adversários.
Além da agressividade, outro elemento impressionante em alguns debates virtuais é o tamanho dos comentários. Como as brigas não acontecem exatamente em tempo real, a pessoa tem mais tempo para pensar e dar uma resposta – e, ao invés de se acalmar, muitas vezes acaba “refinando” a agressividade.
Para o professor de Ética em Jornalismo Edward Wasserman, da Universidade de Washington e Lee (EUA), há maus exemplos na mídia que reforçam esse tipo de comportamento – em artigo recente, ele cita apresentadores de televisão dos Estados Unidos famosos por seu estilo agressivo. “As pessoas, de modo compreensível, concluem que a ira é a linguagem da política e que é assim que se discutem ideias públicas”, escreveu Wasserman.

Como manter a cabeça no lugar

Embora a internet ajude a criar contato entre pessoas que, de outra maneira, jamais se conheceriam, ela muitas vezes não dá suporte a certos elementos fundamentais da comunicação, como os gestos, o tom de voz e o contato visual.
“Quanto maior a distância do diálogo cara-a-cara, em tempo real, mais difícil é se comunicar”, apontou Markman. Ele acredita que a mídia não deveria reforçar a ideia de que agressividade é boa para discussões. “Mesmo que alguém exponha uma ideia legítima, se usar um tom agressivo, está ferindo a natureza da discussão e incentivando outras pessoas a responder da mesma forma”.
Para os usuários “esquentados”, ele sugere que criem o hábito de debater ideias pessoalmente – o que incentiva o exercício da paciência na hora de expor pontos de vista. Se eles praticarem isso, terão mais facilidade para dialogar no meio virtual sem depender de “veneno” para dizer o que pensam.

Você já deve saber que TIM, Claro e Oi receberam uma punição severa da Anatel



Você já deve saber que TIM, Claro e Oi receberam uma punição severa da Anatel, na última quarta-feira (18), pelo mau atendimento oferecido a seus clientes, e estão proibidas de comercializar novas linhas em vários estados do Brasil.

Nós, do Zaanga, saudamos a iniciativa da agência reguladora, mas não acreditamos que seja suficiente. Por dois motivos: (1) as medidas demoraram tempo demais para ser tomadas e absolutamente nada garante que o serão sempre que necessário, ou quando a economia e o PIB estiverem a pleno vapor; (2) a necessidade de correção apontada tem sido questionada pelas empresas, que, incrivelmente, ainda não conseguem reconhecer seus erros.

Por isso, com a sua participaçãovamos traçar o perfil da telefonia móvel brasileira a partir do olhar de quem realmente importa: você, sua família e seus amigos. Sabemos que, com informações corretas, as operadoras têm mais chances de reconhecer seus erros e priorizar a solução dos problemas que mais afetam o nosso dia-a-dia.

Vamos mostrar quantos somos e quais as nossas reais insatisfações?




Google Engage um programa voltado especialmente para pequenas e médias empresas

  


O Engage já existe em outros países, como Estados Unidos, Portugal e Reino Unido, mas no Brasil terá um recurso inédito: o Engage Office. Pela funcionalidade, os profissionais cadastrados poderão montar uma espécie de escritório virtual, preenchido de acordo com a evolução da pessoa nas diferentes fases do Engage. Os participantes do programa receberão ainda dez cupons no valor de R$150 cada para utilizar em novas contas do Google AdWords. Veja como o engage funciona  (https://google-engage.appspot.com/br/ )

Nova viagem da Nasa para Marte

Este clip animado mostra a viagem que a nave espacial Curiosity, missão a caminho de Marte.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...